Departamento de Metalurgia / DEMET    -   Universidade Federal do Rio Grande do Sul / UFRGS

         ENGENHARIA METALÚRGICA
         - a engenharia dos materiais metálicos

                             

              Futuros estudantes >>
              Estudantes >>
              Opinião  >>
              (Aguarde) VIP's  >>
              Conexões (Links)  >>
              Contato >>
 
            Atas das reuniões plenárias do DEMET >>
              Plano Pedagógico do Curso
>>
              Acreditação ARCU-SUL >>
              (Aguarde)
Uma breve história do DEMET...
>>



       
 NOTÍCIAS:
________________________________________________________________________________________


  XIII Semana Acadêmica da Engenharia Metalúrgica - 2014 / 2: 

A programação preliminar da XII - Semana Acadêmica do Curso de Engenharia Metalúrgica pode ser vista abaixo:



    Informações:           

    XIII - SAEM

    A Semana Acadêmica da Engenharia Metalúrgica é uma atividade conjunta da

    DAMet
    DEMET
    COMGRAD-Met

    Inscrição:

    Local: Anfiteatro do Centro de Tecnologia
    Data: 20 a 24 de outubro de 2014
    Horário: planilha acima

     E-mail de contato: DAMET@ufrgs.br

 


________________________________________________________________________________________

  Nota Conjunta:
________________________________________________________________________________________


Os professores lotados no DEMET em conjunto com a Comissão de Graduação do curso de Engenharia Metalúrgica
repudiam veementemente as atividades denominadas no meio acadêmico como 'trote' e conclamam aos alunos do
curso que, ao invés de se engajarem nestas
atividades que degradam fisicamente e moralmente os seus futuros
colegas de profissão
, façam atividades socialmente edificantes, que tragam benefício à universidade e proveito
à sociedade.
                                                                                                         DEMET & COMGRAD-Metal
                                                                                                                       Março de 2013



  Palestra via web:

"Uma visão panorâmica da indústria do alumínio: processos e produtos"
Alunos do Curso de Eng. Metalúrgica participaram dia 11 de abril de 2013 de uma palestra via web
sobre a indústria do alumínio no Anfiteatro Luiz Englert (Pós Graduação em Minas, Materiais e Metalurgia).
O palestrante foi o Dr. Ayrton Filleti, Eng. Metalúrgico formado na Escola Politécnica da USP, presidente da Associação
Brasileira 
do Alumínio - ABAL.
Esta foi a segunda vez que a ABAL propiciou aos estudantes de todo o Brasil uma palestra via web - uma
iniciativa que deve ser louvada e incentivada!

Abaixo, imagens do momento da apresentação

       





  67º Congresso Anual da ABM São Paulo, 18-22 de julho - ENEMET - 2011 / 1


________________________________________________________________________________________


Alunos
do Curso de Eng. Metalúrgica da UFRGS participaram da derradeira edição do ENEMET realizada
de forma separada do restante do Congresso Anual da ABM. Conforme pronunciamento de
Horacídio Leal
Barbosa Filho, Diretor Executivo da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, ABM, a
partir da próxima edição os alunos participarão do congresso normalmente, pois esta experiência não pode
ser substituída por nenhuma outra e será de grande valia para a formação dos futuros profissionais da área.



Visão parcial do auditório durante o ENEMET/2011 destacando os alunos do curso de Engenharia Metalúrgica
da UFRGS (conforme a foto, pode-se dizer que foram "de mala e cuia" ao ENEMET)
Foto gentilmente fornecida pelo Eng. Willy A. de Morais, coordenador do ENEMET 2011

________________________________________________________________________________________

  Aconteceu:

  Semana Acadêmica do Curso de Eng. Metalúrgica SAmet - 2011 / 1


________________________________________________________________________________________


A programação especial
da Semana Acadêmica do Curso de Eng. Metalúrgica,
SAmet - 2010 / 1, transcorreu novamente durante a Sem. Acadêmica da UFRGS,
de 23 a 27 de maio de 2011.

Veja os principais palestras que ocorreram no anfiteatro Luiz Englert do PPGEM:

Prof. Marco A. P. Teixeira, do Inst.de Psicologia / UFRGS:





Eng. Jorge Braz, Gerente do Tratamento Térmico / Taurus - WOTAN:





SubCentro-Metal:





A assistência durante as palestras pode ser vista aqui:













  1ª VIDEOCONFERÊNCIA NO CURSO DE         
  ENGENHARIA  METALÚRGICA  DA UFRGS               




Aconteceu, na tarde do dia 30 de setembro, a vídeoconferência sobre o tema Alumínio, patrocinada pela ABAL
(Associação Brasileira de Alumínio) e organizada pelo SubMetal no anfiteatro Luiz Englert, do PPGEM.

A palestra do professor Marcelo sobre aspectos diversos da indústria extrativa do alumínio consistiu basicamente
de uma apresentação de slides acompanhada por voz.

Esta foi a primeiro destes eventos no qual alunos do curso de Engenharia Metalúrgica participam. Juntos nesta
vídeoconferência estavam alunos de algumas escolas e universidades do centro e do norte do país.

O SubMetal informa que outras vídeoconferências estão programadas, a próxima para o dia 30 de outubro, em
local e horário a serem divulgados. O tema será 'a reciclagem do alumínio'.







  Acreditação Arcu-Sul
                                                                 

  Critérios de qualidade para a acreditação de cursos universitários - Titulação Engenharia 

O curso de Engenharia Metalúrgica está em processo de credenciamento no sistema Arcu-Sul [Saiba mais]


 
  Semana Acadêmica do Curso de Eng. Metalúrgica SAmet - 2010 / 1


________________________________________________________________________________________


A programação especial
da Semana Acadêmica do Curso de Eng. Metalúrgica,
SAmet - 2010 / 1, transcorreu durante a Sem. Acadêmica da UFRGS 2010/1,
e foi pensada
para
enriquecer a experiência dos estudantes do curso de Engenharia Metalúrgica,
possibilitando o contato com profissionais da área de metalurgia, ativos
em diferentes segmentos do ramo.

________________________________________________________________________________________

PROGRAMA & HORÁRIOS:


 Horário

Palestrante

Tema
09:15-10:15 Diego Lima
Projeto Metalurgia
Grandes x Pequenas empresas: como agir?
O que esperar se você está numa pequena ou, ao contrário, numa grande empresa...
10:15-11:15 Paulo Leal
PL Tec Consultoria
Eng. Metalúrgica: a profissão e profissionais
A visão de um profissional sênior se volta sobre o(a)s engenheiro(a)s, a profissão e estudantes do curso.
11:30-13:20
Almoço
              Intervalo
13:30-14:30
Claudio N. de Carvalho
Houghton Brasil
Profis. da Eng. Metalúrgica e os tratamentos térmicos
Relatos da vivência nesta área
14:30-15:30 Roberto Ramos
Grupo Basso
Profis. da Eng. Metalúrgica e a indústria de autopeças
Relatos da vivência nesta área
15:30-16:30 Lauro C. Romeiro
Maxiforja
Profis. da Eng. Metalúrgica no controle da qualidade
Relatos da vivência nesta área

LOCAL:
anfiteatro do PPGEM, Campus do Vale, prédio 74


_________________________________________________________________________________________

A Comissão Organizadora do evento gostaria de agradecer a dedicação e o empenho dos palestrantes
que, gentilmente, e às suas expensas, repartiram a sua experiência e o seu conhecimento com as alunas
e alunos do nosso curso.

_________________________________________________________________________________________


Opiniões (colhidas pelos alunos junto aos palestrantes durante o evento)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

1
Palestrante
: Claudio N. de Carvalho (Houghton Brasil)
Estudantes: Marcio Thiago Portal, Hugo Pimenta, Lucas Antônio Gonsalves, Leonardo Souza, José Luiz Hamsen

Estudantes: o profissional de Engenharia Metalúrgica se envolve com usinagem? Em caso afirmativo, qual é a sua função dentro de um centro de usinagem?
Claudio Carvalho: sim, o profissional se envolve no processo de usinagem; se ele está ali no processo, ele participa – na prática, eu vejo o pessoal envolvido. Por exemplo: geralmente tem alguém que é mais voltado para o torneamento, então, quando o pessoal recebe o projeto de uma peça que precisa ter um furo, vem o sujeito mais experiente em torno para ver como criar aquela operação, para efetuar a usinagem daquele furo. Há os que são mais especializados em torno automático, e outros em CNC (Controle Numérico Computadorizado, um controlador numérico que permite a manipulação de máquinas e é utilizado principalmente em centros de usinagem); isso depende muito da vida pregressa dele, de como ele chegou até ali, onde foi a sua maior experiência; então, por isto, ele trabalhará especialmente no processo que tem maior experiência.

Estudantes: para o estudante de Engenharia Metalúrgica a formação acadêmica nesta área, ainda que parcial, é suficiente ou é necessário fazer algum curso em paralelo?
Claudio Carvalho: não havia nada aqui na Escola (na época) sobre usinagem, o que eu aprendi foi na prática. Mas eu sei que existe um curso de nível médio (técnico) sobre usinagem. Se eu tivesse tido condições eu faria o curso; agora não necessito mais, mas eu teria feito.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


2
Palestrante
: Diego Lima  (Projeto Metalurgia)
Estudantes
: 

Estudantes: ao preencher um currículo profissional - a partir da sua experiência - como o estudante deve se posicionar dentro do cronograma do curso?
Diego Lima: devido aos horários das disciplinas do curso, na maioria das vezes somente com turmas diurnas, conciliar o estudo com trabalho exige deixar de lado algumas cadeiras, fugindo do cronograma padrão previamente estabelecido. Dessa maneira, ao preencher um currículo, a melhor maneira de se posicionar dentro do curso é fazer uma média entre o tempo de estudos na universidade e a quantidade de cadeiras já realizadas – já que essa informação faz parte dos requisitos para vagas de estágio e emprego. Deve-se atentar, também, que ao indicar estar nos últimos semestres do curso (7º, 8º, 9º) a empresa passa a ter expectativa (e depois passa a cobrar isso do profissional) da finalização da graduação do empregado em até 2 anos (fechando os 10 semestres de estudo).

Estudantes
: como foi sua experiência na área da metalurgia? Quais as motivações para trabalhar na área?
Diego: antes de ingressar na universidade eu já possuía formação como técnico mecânico e trabalhava na Gerdau. A vontade de continuar trabalhando na empresa, a possibilidade de crescer como um profissional engenheiro metalúrgico foi minha motivação para iniciar o curso na UFRGS.

Estudantes
: quais as maiores diferenças entre empresas grandes e pequenas?
Diego Lima: as diferenças já começam na seleção de pessoal – por exemplo, nas diferentes maneiras de se avaliar de um currículo profissional.
Quanto ao tamanho do currículo: para as grandes empresas, um currículo sucinto (1 página), com as informações essenciais, é imprescindível. Já para empresas pequenas, o currículo pode ser um pouco mais amplo (2 páginas), já que a quantidade de currículos em análise é menor. Quanto aos idiomas: o inglês é essencial nas grandes empresas (por estarem presentes no mercado internacional) e muito importante nas empresas menores. Além disso, a forma de seleção também é diferenciada: nas grandes empresas, devido ao grande número de candidatos e a existência de um setor de recursos humanos mais amplo e ativo, as dinâmicas de grupo são sempre presentes; além disso, testes psicotécnicos são também parte do processo de seleção, auxiliando a identificar o perfil do candidato (por isso, equilíbrio e coerência nos testes são fundamentais). Nas empresas pequenas, devido ao número menor de candidatos, esses processos não são comuns.
 

Estudantes: como é o trabalho em equipe na indústria?
Diego Lima: o trabalho da equipe na indústria é fundamental. A capacidade de liderar e de trabalhar em grupo é considerada desde os processos de seleção (nas dinâmicas de grupo). Também é de extrema importância manter um bom relacionamento interpessoal, que consiste em saber como lidar com diversos tipos de pessoas sendo flexível, ético, humilde e simpático.

Estudantes: qual o perfil do engenheiro metalúrgico buscado pelo mercado hoje?
Diego Lima: o mercado busca um profissional com capacitação técnica, além de conhecimentos outros como: informática – presente em todas as áreas da indústria (o mercado busca profissionais com conhecimentos intermediários a avançados); idiomas (o inglês é essencial); segurança do trabalho (saber quem é a equipe de segurança da empresa, ter conhecimento do CIPA e SIPAT e os aspectos de ergonomia no ambiente de trabalho); questões ambientais (legislação, consciência ambiental, crescimento sustentável, certificação ISO 14001); e conhecimentos específicos da área de atuação. O profissional, uma vez dentro da indústria, também é cobrado em relação ao comprometimento, qualidade do trabalho, eficácia e resultados. E, embasando tudo isso, um bom relacionamento interpessoal, conforme já falado, é muito importante.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3
Palestrante
: Lauro Corrêa Romeiro (Maxiforja)
Estudantes: Rafael Leal, Raul, Ronaldo, Jean Carlo, Rodrigo, Wagner

Estudantes: qual é, na sua visão, o futuro da siderurgia no Brasil?
Lauro Romeiro: o nível de conhecimento técnico está aumentando cada vez mais, porém o aço brasileiro ainda é muito caro (mesmo quando comparado ao produzido nos EUA); assim, algumas empresas acabam optando por importar matéria-prima ou mesmo componentes mecânicos.

Estudantes: quais os principais ramos e áreas para um profissional da engenharia metalúrgica atuar?
Lauro Romeiro: ramos: fundição, siderurgia, metal-mecânico, tratamentos térmicos, entre outros;
áreas: pesquisa, vendas/compras técnicas, controle de qualidade, gestão, etc.

Estudantes: em relação à qualidade, têm-se, na literatura, inúmeras ferramentas; o que realmente se consegue colocar em prática em uma metalúrgica ou forjaria?
Lauro Romeiro: na empresa onde atuo há: Ferramentas de exigência: FMEA (ferramenta preventiva), PPAP (verifica se o é confiável ou não), TS, CEP.

Estudantes: quais seriam os quesitos para se tornar um bom profissional?
Lauro Romeiro: em relação ao conhecimento técnico: ter dedicação às aulas, fazer mais do que o solicitado, estudar com maior profundidade. Nos conhecimentos complementares: fazer cursos alternativos que complementem o estudo na universidade (idiomas, usinagem, desenho técnico, análise dimensional).
Deve-se aproveitar as habilidades natas, aperfeiçoar aquilo que mais se destaca em nós (perguntem-se: “o que eu faço bem”?).
Deve-se ter atitude, ou seja: ir ao local onde ocorre o problema, ter disposição, ter interesse, fazer mais e reclamar menos e antecipar-se às situações e aos problemas (ter proatividade).

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


4
Palestrante
: Roberto Ramos (BBB Válvulas Valbras)
Estudantes: Rafael Queiroz, Matheus Trinca, Peterson, Marcus Vinícius, Nicole

Estudantes: como foi a crise mundial que iniciou em 2008 no seu setor de trabalho?
Roberto Ramos: a crise ocasionou uma uma redução nas vendas de veículos novos. As pessoas preferiram fazer reparos nos seus carros ao invés de comprar carros novos. Assim, o mercado de peças – dentre elas as válvulas – para veículos novos se retraiu. Por outro lado, o mercado de reposição aumentou. Isso tudo está de acordo com os seguintes números: 8,3 milhões de peças na reposição e 9,5 milhões em veículos novos. É importante ressaltar: nenhum colaborador foi demitido por conta dela.

Estudantes: poderia nos contar algum fato particularmente interessante da sua vida profissional, que a gente possa tomar como exemplo?
Roberto Ramos: Certa vez um cliente fez um pedido de uma válvula para um veículo agrícola (trator). Contudo, nas medidas e materiais especificados pelo cliente, a produção seria muito trabalhosa e onerosa, por conta de uma construção segmentada. Assim, foi sugerida a ele uma outra configuração, baixando o número de etapas e, por consequência, o custo de produção. Assim, mesmo tendo que aceitar uma alteração nos seus planos, o cliente se convenceu de que se tratava de uma boa sugestão, já que, com ela, o custo se reduziria consideravelmente.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------





REGISTROS:
  VIII SAEM Semana Acadêmica dos Estudantes da Metalurgia 2009 / 2  ! Veja mais >>


  VII SAEM Semana Acadêmica dos Estudantes da Metalurgia 2008 / 2  ! Veja mais >>


  Semana Acadêmica do Curso de Eng. Metalúrgica SAmet - 2009 / 1 



  •   Palestrantes:




  •   Assistência: